saltar menu

Casamento

As crianças e o casamento

O ideal é dispor de um local para elas

As crianças e o casamento

Que elas fazem parte dos casamentos ninguém questiona, pois a tradição até diz que deve ser uma criança a levar as alianças. Mas não há duvida que surgem questões: como as vestir? Será que aguentam toda a cerimónia sem sinais de cansaço?

A maioria dos pais só leva as crianças a partir dos cinco anos, até porque ter miúdos a correr e a gritar em plena boda pode não agradar a todos os convidados.

Quando se quer convidar crianças, o ideal é que o local onde se oferece a recepção proporcione condições para isso. Se são em número elevado, pode contratar pessoal especializado para que as vigie depois do banquete, entretendo-as com jogos apropriados, para que convidados e noivos possam desfrutar da festa.

Se o casamento se celebra à noite, o princípio torna-se ainda mais incontrolável. Deve assegurar-se de que alguém se ocupe dos mais pequenos, para poder desfrutar da festa em pleno. Quando integram o cortejo da noiva, é imprescindível que façam, uns dias antes, um ensaio geral. Os maiores devem levar pela mão os menores, assegurando-se assim de que tudo corre bem até chegar ao altar. Mas se não se sente obrigado a convidar as crianças, sobretudo se o orçamento é reduzido, todos entenderão, já que este tipo de eventos não são festas infantis e ninguém deve sentir-se ofendido.

Como vesti-las?

Confortáveis. Se a data do casamento coincide com a primavera ou o verão, opte por tecidos ligeiros, de forma a evitar o calor excessivo. Os penteados devem ser discretos. É fundamental que os pequenos desfrutem da festa e não estejam aborrecidos com este tipo de pormenores. Os meninos das alianças vestem-se todos de igual, pelo que devem combinar tudo com os pais, evitando situações imprevistas. E lembre-se que os casamentos com pajens e damas celebram-se logo de manhã.

Por Teresa Cotrim

Comentários

pub

parceiros